domingo, 30 de abril de 2006

Humildade

Você sabe por quê o mar é tão grande? Tão imenso? Tão poderoso? É porque teve a humildade de colocar-se alguns centímetros abaixo de todos os rios. Sabendo receber, tornou-se grande.
Se quisesse ser o primeiro, centímetros acima de todos os rios, não seria mar, mas sim uma ilha.
A perda faz parte. Precisamos aprender a perder, a cair, a errar e a morrer. Se aprenderes a perder, a cair, a errar, ninguém mais o controlará. Porque o máximo que poderá acontecer a você é cair, errar e perder.
Bem aventurado aquele que já consegue receber com a mesma naturalidade o ganho e a perda...
... o acerto e o erro, o triunfo e a queda...
... a vida e a morte.
- Franklin Leite -

segunda-feira, 24 de abril de 2006

Isso é arte...

... em forma de Picasso, pintor e escultor espanhol.
Há pintores que transformam o sol em um ponto amarelo. Mas, há outros que, com ajuda de sua arte e inteligência, transformam um ponto amarelo em sol.
" GUERNICA " é um óleo sobre tela de autoria de Pablo Picasso, datado de 1937 . Executado para o pavilhão da República Espanhola, na Exposição Internacional de Paris, o painel tem as dimensões de 350 x 782 cm. Encontra-se atualmente exposto no Centro Nacional de Arte Rainha Sofia, em Madrid. Para muitos, esta obra é a síntese da força e da energia do artista.

domingo, 16 de abril de 2006

Páscoa = Mudança

O verdadeiro significado da páscoa é o recomeço, mudança.
Essa data tem vários símbolos importantes que nos ajudam a lembrar seu verdadeiro significado. Isso significa que não é só comer chocolate e engordar! Mas sim parar e meditar, repensar os pontos certos e errados, o que está legal e o que te incomoda.
Hoje, vou colocar aqui um texto do Mude... Um filme muito famoso, que está neste link: http://www.camilabossolan.com.br/mude.htm
Façam bom uso!!!

Mude

Mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.

Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.

Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.

Durma no outro lado da cama... depois, procure dormir em outras camas.

Assista a outros programas de tv, compre outros jornais... leia outros livros, viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias.

Tente o novo todo dia.
O novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor.
A nova vida.

Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.

Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida.
Compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado...
Outra marca de sabonete, outro creme dental...
Tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.

Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.

Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.

Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.

Só o que está morto não muda!
- Edson Marques -

sábado, 15 de abril de 2006

Minha teoria sobre os homens

A insensibilidade masculina é algo que grita nos dias de hoje. Por que será que é tão difícil achar um homem que se importe conosco?
Uma vez eu criei uma teoria sobre os homens, que é muito verdadeira: "A princípio, todos os homens são viados até que se prove o contrário. Fora os viados, tem os cafajestes. Fora os cafajestes, tem os comprometidos. Para que a mulher conquiste um homem, tem que conquistar um cafajeste, até que ele se torne comprometido!"
Essa teoria tem sido muito válida a partir da visão feminina.
Outra vez ainda, ouvi uma definição muito boa sobre como devem ser os homens: "O homem deve ser um amante latino na cama e um lord inglês fora dela". É tudo o que as mulheres querem, não é? Mas, o fato é que as alas feminina e masculina andam em completo descompasso, fora de timming mesmo. Cada vez mais percebemos que as mulheres são de Vênus e os homens são de Marte.
Os homens precisam perceber que mulher gosta de sensibilidade e que não é porque eles sabem nos entender que estarão perdendo sua masculinidade. Tá bom, vai... As mulheres precisam aprender a ouvir mais os homens também...
Recebi este texto da minha priminha Aline (Saudades, moçinha!!!!), e quero compartilhar com todos vocês! Texto perfeito. Acho que ele descreve exatamente o que as mulheres buscam.
Espero poder receber muitos comentários a respeito, e que possamos aproveitar para discutir esse tema tão em voga nos dias de hoje.
Gostar de mulher
Ainda nos meus tempos de graduação em jornalismo na Uerj, fui assistir a uma palestra do fotógrafo André Arruda, que foi do JB, Globo e trabalhava, entre outras coisas, com moda. Em determinado momento da palestra ele relatava a sua experiência em fotografar nu artístico e soltou a seguinte frase: "para fotografar nu feminino é preciso gostar de mulher". Eu sorri, porque na minha cabeça aquilo parecia meio óbvio, mas antes que qualquer um fizesse algum comentário ele completou.
- Não se trata de gostar de mulher no sentido sexual, ter tesão por mulher nua, essas coisas. Isso pode ter também. Mas se trata de gostar de mulher em um sentido mais profundo. Gostar do universo feminino. Observar que cada calcinha é única, tem uma rendinha diferente e ficar entretido com isso - afirmou.
O fato é que eu concordo com o conceito do Arruda sobre gostar de mulher. Não basta ser heterossexual, o machão latino. Para gostar de verdade de uma mulher são necessários outros requisitos que são raros.
POR ISSO A MULHERADA ANDA TÃO INSATISFEITA.
Sensibilidade é fundamental. Paciência também. O homem que não tem paciência para escutar a necessidade que a mulher tem de falar, ou sensibilidade para cativá-la a cada dia não gosta de mulher. Pode gostar de sexo com mulher. O que é bem diferente. Gostar de mulher é algo além, é penetrar em seu universo, se deliciar com o modo com que ela conta todo o seu dia, minuto por minuto, quando chega do trabalho. Ficar admirando seu corpo, ser um verdadeiro devoto do corpo feminino, as curvas, o cabelo, seios. Mas também cultuar a sagacidade feminina, sua intuição, admirar seu sorriso que é muito mais espontâneo que o nosso. Gostar de mulher é querer fazer a mulher feliz. Levar flores no trabalho sem nenhum motivo a não ser o de ver seu sorriso. É escutar pacientemente todas as queixas da chefa rabugenta, que provavelmente é assim porque seu homem não gosta de mulher. O homem que gosta de mulher não está preocupado em quantas mulheres ele comeu durante a vida, mas sim com a qualidade do sexo que teve. Quantas mulheres ele realizou sexualmente, fazendo-as se sentirem desejadas, amadas, únicas, deusas, na cama e na vida. O homem que gosta de mulher não come mulher. Ele penetra não só no corpo mas na alma, respirando, sentindo, amando cada pedacinho do corpo, e, é claro, da personalidade. "Para viver um grande amor é necessário ser de sua dama por inteiro", afirmou Vinícius de Moraes no poema; Para viver um grande amor. Para amar verdadeiramente uma mulher o homem deve ser totalmente fiel, traí-la, jamais. Amá-la até a raíz dos cabelos. Admirá-la, se deixar apaixonar todo dia pelo seu sorriso ao despertar e principalmente conquistá-la, seduzi-la, como se fosse a primeira vez. O homem que não tem paciência, nem tesão, nem competência para lhe seduzir várias e várias vezes, esse, minha amiga, não se iluda, não gosta nem um pouco de mulher. Conquistar o corpo e a alma de uma mulher é algo tão gratificante que tem que ser tentado várias vezes. Só que alguns homens, os que não gostam de mulher, querem conquistar várias mulheres. Os que gostam de mulher é que conquistam várias vezes a mesma mulher. E isso nos gratifica, nos fortalece e nos dá uma nova dimensão. A dimensão da poesia, do amor e em última instância do impenetrável universo feminino. Mas atenção amigos que gostam de mulher: gostar de mulher e penetrar bem seu universo não é torná-las cativas e sim libertá-las, admirá-las em sua insuperável liberdade. Uma das músicas com que mais me identifico é uma em inglês - por incrível que pareça, para um nacionalista e anti-imperialista convicto. É a "Have you ever really loved a woman". É do cantor Bryan Adams. A música foi tema do filme Don Juan de Marco, e em uma tradução livre quer dizer "voce já amou realmente uma mulher?". Em toda a música o cantor fala sobre a necessidade de se conhecer os pensamentos femininos, sonhos, dá-la apoio, para amar realmente uma mulher. Essa música é perfeita. Como se vê, gostar de comer mulher é fácil. Agora gostar de mulher é dificílimo. Precisa ser macho de verdade para isso...

quarta-feira, 12 de abril de 2006

Preciso dizer que te amo

Faz um mês que estamos namorando... nossa, como passou rápido!
E um pouco mais de tempo que estamos juntos. Ainda me lembro perfeitamente, como se fosse um filme passando diante dos meus olhos os dias e noites a fio que passamos conversando, nosso medo do abismo, e eu pensando em você... Tem uma música que descreve perfeitamente aqueles momentos:
*****
Quando a gente conversa contando casos, besteiras
Tanta coisa em comum deixando escapar segredos
E eu nem sei que hora dizer, me dá um medo, que medo
É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo... Tanto!
E até o tempo passa arrastado só pr’eu ficar do teu lado!
Você me chora dores de outro amor, se abre e acaba comigo
E nessa novela eu não quero ser teu amigo...
É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto
Eu já não sei se eu tô misturando... Eu perco o sono!
Lembrando cada riso teu qualquer bandeira...
Fechando e abrindo a geladeira a noite inteira!!
Eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto...!!!!
*****
Existem músicas no mundo que traduzem perfeitamente algumas histórias.
Cazuza, Bebel Gilberto e Dé escreveram lindamente nossa história... Tão lindamente como ela é. Essa prá mim, é a nossa música. Namorados que se prezam tem a sua música e não temem se derreter quando ela toca...!
Me dá um medo, que medo... Nosso abismo estava lá, e nós pulamos juntos. Prá te ganhar ou perder sem engano... Perdemos o sono, sim! E contamos o tempo só prá estar um ao lado do outro... E lembrando em cada riso teu qualquer bandeira! Também...
Hoje, nos perdemos um no outro e no tempo. A gente lê nos olhos e sente no coração as vontades saborosas do outro... A pele melhora, o olhar fica com brilho de manhã. O tempo inteiro a gente suspira... e nos sacodimos de taquicardia e timidez diante um do outro. Nós rimos por bobagem, entramos em estado de música!
Sentimos frios e calores nas horas menos recomendáveis.... hihihi!!
Beijo, suspiro, todas as ternurinhas e brincadeirinhas que matam de vergonha todos fora do namoro! Nisso nós somos mestres, né? Podemos até parecer ridículos para os outros, mas é a paixão gritando mais alto! Namora quem gosta da vida, de nuvem, de rio gelado e de parque de diversões (essa nossa eterna síndrome de peter-pan!). Quem sonha, quem teima, quem vive morrendo de amor e quem morre vivendo de amar.
Bom, em resumo disso tudo, só namora quem não precisa explicar, quem já começa a falar pelo fim, quem consegue manifestar com clareza e facilidade tudo o que fora do namoro é complicado.
Hoje, me descubro dona de um lindo amor, tecido do melhor de mim mesma prá você.
TE AMO!!
Beijos, muitos beijos! Todos eles!

segunda-feira, 10 de abril de 2006

Meu aniversário!!

Pois é! Tô ficando mais velha... E sei que sentirei saudades de ter 27, assim como tenho saudades dos 26, 25, 24... Daqui a algum tempo, fatalmente eu olharei prá trás e verei como eu era e não enxergava isso na época. Aliás, nós nunca nos enxergamos exatamente como somos. Acho que nós somos o que os outros acham de nós... É complicado isso, não é?
Mas, as pessoas mais interessantes que eu já conheci até hoje são as mais complexas. Xi, será que ficar mais velha me deixará mais filosófica ou mais prolixa???
Bom, mudando um pouco de assunto, minha festinha foi tudo de bom! Esse ano, seguindo uma tradição própria, o tema foi FLOWER POWER! Teve brigadeiro de copinho, bolo de morango, refrigerante, groselha, sanduichinhos mil, muita música, pessoal dançando de verdade! Ah, eu adorei....
A festa foi dia 08/abril, mas meu níver mesmo foi dia 10...
Então, fui almoçar na Abril com o Mau e a Pathy, vááárias pessoas me ligaram, muitos scraps, e-mails, msg de txt, estava me sentindo super POP!!!
Que felicidade.... é tão bom sentir que as pessoas lembram de você, que te querem bem.
Isso é o que realmente importa: Amigos de verdade.
É difícil, mas temos que entender que amigos vão e vêm, mas que há um punhado deles, preciosos, que você tem que guardar com carinho. São os que valem a pena. Foram justamente desses que eu senti um carinho especial nesta data. Obrigada por vocês existirem na minha vida!
Então é isso: aqui se inicia a jornada de um novo ano...

sexta-feira, 7 de abril de 2006

Sol da Meia-Noite

quinta-feira, 6 de abril de 2006

Recomeçar

Não importa onde você parou, em que momento da vida você cansou.
O que importa é que sempre é possível e necessário recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças na vida e o mais importante: Acreditar em você de novo.
Agora é hora de iniciar, de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Quando nos trancamos na tristeza nem nós mesmos nos suportamos. Ficamos horríveis. O mau humor vai comendo nosso fígado até a boca ficar amarga.
Recomeçar! Hoje é um bom dia para começar de novo.
Onde você quer chegar? Sonhe alto, queira o melhor do melhor, queira coisas boas para a vida.
Pensamentos assim trazem para nós aquilo que desejamos.
Lembre-se: se pensarmos pequeno, coisas pequenas teremos. Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar na nossa vida.
"Recomeçar! Hoje é um bom dia para começar novos desafios."
- Carlos Drummond de Andrade -

terça-feira, 4 de abril de 2006

Filosofia Oriental

Certa vez eu, Chuangtse, sonhei que era uma borboleta, que voava de um lado para o outro.
Para todos os efeitos, era uma borboleta, e não tinha consciência da minha individualidade como homem.
De repente, acordei, e lá estava eu, novamente eu mesmo.
Agora, não sei se eu então era um homem que sonhava ser uma borboleta ou se agora sou uma borboleta, que sonha ser um homem.

Chuangtse, Filósofo taoísta e místico chinês. C.330 A.C.

segunda-feira, 3 de abril de 2006

Amigos

Um dia a maioria de nós irá se separar.
Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos,dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos.
Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre... Hoje, não tenho mais tanta certeza disso.
Em breve, cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, cada um segue a sua vida... talvez continuemos a nos encontrar quem sabe nos e-mails trocados.
Podemos nos telefonar, conversar algumas bobagens... Aí os dias vão passar, meses, anos, até este contato tornar-se cada vez mais raro.
Vamos nos perder no tempo....
Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas?
Diremos: Eram nossos amigos e isso vai doer tanto!
Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...
Quando o nosso grupo estiver incompleto, nos reuniremos para um último adeus de um amigo.
E entre lágrima nos abraçaremos. Faremos promessas de nos encontrar mais vezes, daquele dia em diante.
Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida isolada do passado. E nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades....
Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
- Fernando Pessoa -

Seu Apoio Juridico

Medicina em Foco - últimas postagens