sexta-feira, 26 de maio de 2006

Quero mais Brasil!

Essa bandeira é sua, esse país é seu. A impunidade e a violência estão manchando o nosso país. Temos que mudar isso já! Participe ativamente. Não dá prá deixar as coisas assim.
Enquanto isso, só o que vemos é a sujeira sendo jogada prá debaixo do tapete. Até quando?
O "Quero Mais Brasil" é um movimento que convidará a sociedade brasileira para se dar as mãos e fazer com que o eterno país do futuro se torne o Brasil do Presente. É um movimento sem nenhuma ligação partidária. Entre lá, e conheça as suas propostas. Seja uma pessoa mais politizada, consciente dos problemas que nos rondam. Não adianta só ser espectador, mas atuar em prol desta mudança!

quinta-feira, 25 de maio de 2006

Caminhos Difíceis

As coisas às vezes não são tão fáceis quanto parecem. Vou por uma estrada de pedras, algo que é difícil trilhar até mesmo para alguém sem os pés no chão como eu... e eu não tenho medo de altura. Sigo sim, cada vez mais longe, guiada pelos meus loucos pensamentos. Onde quer que eu chegue, isso foi fruto de cores, texturas, cheiros, e música!

terça-feira, 23 de maio de 2006

Olá!!

Você já abraçou uma árvore hoje?
Trocou uma idéia com o seu DOG?
Foi tomar cafezinho na Padoca?
Então,
BOM DIA!

sexta-feira, 19 de maio de 2006

Virada Cultural 2006

Inspirada nas famosas "Noites Brancas" européias, a Virada Cultural de São Paulo terá desde espetáculos, até rave e recital de piano durante toda a noite de sábado e na madrugada de domingo nos calçadões, praças e largos do centro da cidade. Estaremos então em uma capital verdadeiramente musical...!! Esse é o espírito que faltava para uma cidade multicultural e cosmopolita como essa.
Durante todo o evento, serviços de transporte público funcionam sem parar. Isso não é demais? A abertura será às 18hs no Vale do Anhangabaú e o término, ai ai ai... será à leste, com a presença do nosso sol nascente!!!
A programação? Acompanhe aqui: http://www.viradacultural.com.br
Isso é o que São Paulo precisa: mais cultura, entretenimento e eventos como este que mostram o verdadeiro espírito desta cidade que não dorme... E até lá!

terça-feira, 16 de maio de 2006

Juramento de Hipócrates

"Prometo que ao exercer a arte de curar, mostrar-me-ei sempre fiel aos preceitos da honestidade, da caridade e da ciência. Penetrando no interior dos lares, meus olhos serão cegos, minha língua calará os segredos que me forem revelados, o que terei como preceito de honra. Nunca me servirei da profissão para corromper os costumes ou favorecer o crime. Se eu cumprir este juramento com fidelidade, goze eu, para sempre, a minha vida e a minha arte, com boa reputação entre os homens. Se o infringir ou dele afastar-me, suceda-me o contrário."
- Hipócrates, 460 a.C. -

Cheiro de Chuva

Eu adoro cheiro de chuva quando acoradava ao teu lado. Parecia que acoradávamos purificados. Santos. E quando te olhava dormindo me dava uma sensação horrível de perda e de posse. Por alguns instantes sentia como seria minha vida sem a tua, e sentia dona desse momento e pensamento. Quando acordo no meio da noite (e já sei que não está lá) lembro desses momentos, e me pergunto onde está aquele que eu zelava pelo sono e afastava os pesadelos. Era quando percebia a tua fragilidade em meio aos teus ombros largos. Via um contraste perfeito e me recostava ao teu peito, esperando que não acordasse.
E ainda hoje só sinto desejo de zelar pelo teu sono, e fazer com que acorde com cheiro de chuva.

sexta-feira, 12 de maio de 2006

Transformação

"Pobre lagarta, por que rastejas,
Em buscas vãs, tão rente ao chão?
Não sabes, então, quem és?
Não sabe a que viestes?

És borboleta, cheia de cores!
Foste criada para colher,
Das belas flores o rico pólen
E ao espalhá-lo por onde passas
Toda beleza multiplicar

Tem fé, lagarta, no que parece,
Ser impossível acontecer.
Hoje, rastejas, mas, de repente,
sem que percebas como ou porque
Por um desejo, forte e inconsciente
Em teu casulo te isolarás

Então aí, a sós contigo
Nem vais ao menos te importar.
O que era tão belo e caro
O que julgavas tão necessário.

Da forma tosca serás liberta
E o mistério acontecerá!

Será cumprido então o propósito
A que vieste desde o início
Na borboleta que um dia foste
Saberás como te transformar."

- Esta mensagem foi encontrada na última página do livro biográfico da Heloisa Rojo de Vasconcellos Machado (SP, 05/agosto/2004) -

quinta-feira, 11 de maio de 2006

Brega session

É sempre assim, quando a gente sente saudades!!!!
Como as pessoas são bregas quando estão apaixonadas, mas... são muuito felizes!
Por isso, vou expressar agora todo o meu sentimento em formato de "coração de pelúcia"!

"O seu nome eu escreviiiiiii na areiaaaaaa.....
A onda do mar apagou!!!!!!
Em cada pôr de sooool, a saudade incendeia, meu coraçãããão..........
Te amuuuuu, não me esqueçaaaaaa
O sonho não acabou!!!!!!!!!!!
Eu vou ficar te esperando......
Não quero dizer adeus
Sem você eu vou ficar tão sozinho
Quando o inverno chegar
Mas quando o sol nascer, vai ser tão linduuuuuuuuuu, eu e vocêêêêêêêêê!!!!!
O seu nome eu escreviiiiii na areiaaaaaa
A onda do mar apagoooooou!!!!!
Em cada pôr de sol, a saudade incendeia, meu coração...!!!!!!!"

quarta-feira, 10 de maio de 2006

Declaração Universal dos Direitos dos Animais

1 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.
2 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.
3 - Nenhum animal deve ser maltratado.
4 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.
5 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.
6 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.
7 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.
8 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimescontra os animais.
9 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.
10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

Preâmbulo:
Considerando que todo o animal possui direitos;
Considerando que o desconhecimento e o desprezo desses direitos têm levado e continuam a levar o homem a cometer crimes contra os animais e contra a natureza;
Considerando que o reconhecimento pela espécie humana do direito à existência das outras espécies animais constitui o fundamento da coexistência das outras espécies no mundo;
Considerando que os genocídios são perpetrados pelo homem e há o perigo de continuar a perpetrar outros;
Considerando que o respeito dos homens pelos animais está ligado ao respeito dos homens pelo seu semelhante;
Considerando que a educação deve ensinar desde a infância a observar, a compreender, a respeitar e a amar os animais,
Proclama-se o seguinte

Artigo 1º
Todos os animais nascem iguais perante a vida e têm os mesmos direitos à existência.

Artigo 2º
1.Todo o animal tem o direito a ser respeitado.
2.O homem, como espécie animal, não pode exterminar os outros animais ou explorá-los violando esse direito; tem o dever de pôr os seus conhecimentos ao serviço dos animais
3.Todo o animal tem o direito à atenção, aos cuidados e à proteção do homem.

Artigo 3º
1.Nenhum animal será submetido nem a maus tratos nem a atos cruéis. 2.Se for necessário matar um animal, ele deve de ser morto instantaneamente, sem dor e de modo a não provocar-lhe angústia.

Artigo 4º
1.Todo o animal pertencente a uma espécie selvagem tem o direito de viver livre no seu próprio ambiente natural, terrestre, aéreo ou aquático e tem o direito de se reproduzir.
2.toda a privação de liberdade, mesmo que tenha fins educativos, é contrária a este direito.

Artigo 5º
1.Todo o animal pertencente a uma espécie que viva tradicionalmente no meio ambiente do homem tem o direito de viver e de crescer ao ritmo e nas condições de vida e de liberdade que são próprias da sua espécie.
2.Toda a modificação deste ritmo ou destas condições que forem impostas pelo homem com fins mercantis é contrária a este direito.

Artigo 6º
1.Todo o animal que o homem escolheu para seu companheiro tem direito a uma duração de vida conforme a sua longevidade natural.
2.O abandono de um animal é um ato cruel e degradante.

Artigo 7º
Todo o animal de trabalho tem direito a uma limitação razoável de duração e de intensidade de trabalho, a uma alimentação reparadora e ao repouso.

Artigo 8º
1.A experimentação animal que implique sofrimento físico ou psicológico é incompatível com os direitos do animal, quer se trate de uma experiência médica, científica, comercial ou qualquer que seja a forma de experimentação.
2.As técnicas de substituição devem de ser utilizadas e desenvolvidas.

Artigo 9º
Quando o animal é criado para alimentação, ele deve de ser alimentado, alojado, transportado e morto sem que disso resulte para ele nem ansiedade nem dor.

Artigo 10º
1.Nenhum animal deve de ser explorado para divertimento do homem.
2.As exibições de animais e os espetáculos que utilizem animais são incompatíveis com a dignidade do animal.

Artigo 11º
Todo o ato que implique a morte de um animal sem necessidade é um biocídio, isto é um crime contra a vida.

Artigo 12º
1.Todo o ato que implique a morte de grande um número de animais selvagens é um genocídio, isto é, um crime contra a espécie.
2.A poluição e a destruição do ambiente natural conduzem ao genocídio.

Artigo 13º
1.O animal morto deve de ser tratado com respeito.
2.As cenas de violência de que os animais são vítimas devem de ser interditas no cinema e na televisão, salvo se elas tiverem por fim demonstrar um atentado aos direitos do animal.

Artigo 14º
1.Os organismos de proteção e de salvaguarda dos animais devem estar representados a nível governamental.
2.Os direitos do animal devem ser defendidos pela lei como os direitos do homem.

domingo, 7 de maio de 2006

Ouça, por favor

Quando peço para você me ouvir e você começa a me dar conselhos, não está fazendo o que eu pedi.
Quando peço para você me ouvir e você começa a me dizer por que eu não deveria me sentir assim, está ferindo meus sentimentos.
Quando peço para você me ouvir e você acha que precisa fazer alguma coisa para resolver o meu problema, você não me ajudou, por mais estranho que pareça.
Não fale nem faça - apenas ouça.
Conselhos são baratos. Com pouco dinheiro, você compra uma revista, um jornal ou um livro cheios de conselhos. E isso eu posso fazer por conta própria. Não sou incapaz.
Talvez me desanime e hesite com frequência, mas não sou incapaz.
Quando você faz por mim alguma coisa que eu posso e preciso fazer por conta própria, você contribui para o meu medo e a minha insegurança.
Mas, quando você aceita como um fato natural que eu sinta o que sinto, por mais irracional que seja, aí eu não preciso me preocupar em convencer você e posso entender o que está por trás desse sentimento irracional.
E, quando isso estiver claro, as respostas serão óbvias e não precisarei de conselhos.
Sentimentos irracionais fazem sentido quando entendemos o que está por trás deles.
Talvez seja por isso que rezar funciona às vezes para algumas pessoas - porque Deus é mudo e não dá conselhos, nem tenta consertar as coisas. Deus apenas ouve e deixa você descobrir as coisas por conta própria.
Então, por favor, apenas ouça, apenas ouça.
E se quiser falar, espere um pouco a sua vez - e eu ouvirei você.

- Do livro: Histórias para aquecer o coração dos adolescentes -

quinta-feira, 4 de maio de 2006

Paz Interior

O budismo, a meditação, acredito eu, são ótimas formas de se alcançar a paz interior.
Um dia desses eu li uma reportagem sobre uma monja budista (Monja Coen) que me fez enxergar muitos pontos na minha vida. Dizia ela que para ser monje, além de compaixão, amor e tranqüilidade, é necessário que isso seja uma prática de vida, uma entrega àquilo que a gente acredita ser o caminho da verdade e um trabalho que é servir, como é que se pode servir melhor o mundo, as pessoas, o que é possível levar à elas de mensagem.
Não que eu vá virar monja. Mas, é interessante que às vezes a pessoa está muito desesperada e pode querer até pensar em alguma coisa ruim e, só pelo fato de se olhar a imagem de um monje ali, parece que tem uma alternativa pra vida, pra todos aqueles problemas. Que eu posso me transformar em uma pessoa diferente. Tudo aquilo que eu acho que é insustentável no meu dia a dia pode ser transformado se eu me transformo.
Meditando, é possível analisar muitas questões. Se perguntar e procurar por respostas. Aquelas de todos nós, por exemplo: O que é Deus, por que estamos vivos, qual o significado da vida e da morte... Em meditação parece que essas respostas todas que estão em nós afloraram pro consciente. E vem dar uma grande tranqüilidade, uma espécie de revisão da vida. Revisar tudo mesmo: rancores de passado, de infância, de adolescência... E tudo isso faz parte da tapeçaria da nossa vida. Não tem nada pra ser jogado fora. É como se fossem realmente linhas coloridas, que vão construindo a nossa vida. E são preciosas. Então quando nós percebemos isso é a transformação. É uma busca interior.
Tenho visto bastante sobre meditação, e vou falar um pouquinho dela pra vocês. Essa idéia de se esvaziar a mente quando se medita é engraçada, porque a mente já está vazia, né?! Na verdade, a meditação é um processo contínuo de transformação. Ela é luminosa e incessante. Então nós percebemos o incessante movimento da mente. Quando nós nos sentamos em meditação, nós percebemos que temos pensamentos, sensações, memórias, sentimentos, emoções, e que tudo isso somos nós. E esvaziar-se é não se pegar em nenhum deles. Por exemplo: eu percebo um pensamento e eu não penso o pensamento. Eu reconheço: isso é um pensamento. Isso é uma emoção. Como é que ela passa no meu corpo? E nós trabalhamos muito estar presente no instante e não mascarar o que somos e o que sentimos. Cada emoção é importante, é sagrada, é preciosa. Nós humanos temos em nós todas essas sementes lindas e as possibilidades da vida humana. E todas elas são boas. Agora: quais que nós regamos e permitimos que se manifestem com clareza em nossa vida?
Dalai Lama tem uma mensagem muito linda: “Temos todos a semente do bem. Vamos praticar, regar essa semente. Não é só com a meditação e o coração, mas de maneira consciente, que através da reflexão vamos chegar a perceber que somos um só corpo, uma só vida com tudo que existe no universo”. Tem mais uma: “Não são as pessoas que são más, as ações é que são más”. Nós reprovamos ações errôneas, mas nós temos que reconhecer os seres humanos às vezes até na sua incapacidade de fazer o bem limitados pelas suas experiências. Então o que a gente tem que procurar desenvolver é esse olhar maior, que vê por trás. Não só às vezes com a pessoa agressiva conosco. Mas perguntar: qual é a necessidade que não foi atendida? O que está se passando com esse ser humano? E quando nós podemos ter esse olhar maior, mais amplo, existe no nosso coração a compaixão e a acolhida. E se o nosso coração é amoroso, a resposta que vem é amorosa.
Tem também uma definição de compaixão do Dalai Lama: “A compaixão é uma atitude fundada na aspiração de que os outros se livrem de sofrimento. Está vinculada ao compromisso, responsabilidade e respeito para com o outro que como nós não quer sofrer e tem o direito à felicidade”. Cultivar um sentimento de proximidade e de calor humano compassivo pelos outros gera em nós um estado de paz. Essa é a causa mais poderosa de sucesso na vida. É pensar o bem, é transmitir o bem, seja através da alegria, do amor, da compaixão, que são essas sementes que valem a pena ser regadas e você sente de volta.
Se uma pessoa rude chega te enfrentando, te dando ódio, rancor, inveja, se você devolver em um novo formato, que é o amor, a compaixão, e transmitir isso, dificilmente você consiga cultivar esse sentimento de raiva.
As mãos juntas são muito usadas na cultura oriental, e também no meu tão amado Rolidei!! Elas significam: Eu respeito o “eu” que habita em você. Mas também: Não tenho nada a esconder, estou unida, o direito e o esquerdo está uno, quando nós entramos em integridade, o uno que se opõe ao dual. O contrário do que divide e separa é o que une. Quando estamos com as mãos unidas é como se todo o universo se unisse. Não é lindo?
Para terminar esse post, que para mim também é como uma meditação, queria deixar essa mensagem para que todos possam refletir sobre. Essa também é uma mensagem do Dalai Lama: “Visto que nossa vida começa e termina com a necessidade de afetos e cuidados, não seria sensato praticarmos a compaixão e o amor ao próximo enquanto podemos? Todos nós precisamos de afeto e cuidado e que nós sejamos capazes de dar esse afeto e cuidado que nós precisamos a todos os seres. À toda a vida na terra. Aos animais, às plantas, às arvores, aos objetos que nós tocamos e principalmente à todos os seres humanos. De coração à coração, o respeito à vida, a aceitação do diferente e a capacidade de amar incondicionalmente”.

quarta-feira, 3 de maio de 2006

Regiminho...

Sabe-se que um esqueleto humano tem aproximadamente 11kg. Sabe-se também que, para perder 1kg, devemos perder 9000 calorias.
Anthony Garotinho, em mais uma das suas patetices, resolveu fazer greve de fome. Isso mesmo! Um presidenciável, fazendo uma criancice dessas. É isso que nós podemos esperar de nossos políticos???
Sua greve de fome é em protesto contra o que ele chama de perseguição política e tentativa da mídia de desconstruir sua imagem.
Até o momento, ele já recebeu 4 coroas de flores de manifestantes, uma delas com a inscrição: "Descanse em paz Garotinho".
Bom, a essa altura, ele já perdeu 2,3 kg.... Tudo bem, com aquela banha toda, isso só vai ajudar. Daqui prá frente, ele deve perder uma média de uns 300 gramas por dia...
Até as eleições, ele deve atingir seu peso ideal: 11kg....

Seu Apoio Juridico

Medicina em Foco - últimas postagens