quinta-feira, 23 de fevereiro de 2006

CoeXisTa

Recebi este e-mail do Mau, que se encaixa perfeitamente aqui.
Sei que vocês puderam ver o show realizado pelo grupo Irlandês U2, no Morumbi, transmitido pela Globo e pelo Multishow, ou então leram o post que publiquei logo abaixo deste. Foi ótimo estar lá, não só pelo show em si, mas pela qualidade das músicas do U2, sobretudo suas letras, que versam bem a situação da Irlanda na época do surgimento do grupo, mas como também, da situação atual do mundo nos diversos conflitos em andamento no globo. Mais uma vez U2 deu seu recado de paz a todos no telão foi mostrada desde a declaração dos direitos humanos até mensagens aos povos em guerra. Ao sair Bono, inclusive, deixou um terço pendurado ao microfone quando da finalização do show. Um espetáculo à parte, vez que essas mensagens colocadas em um telão no palco, vão de encontro preciso às letras inteligentes das músicas do U2, como Miss Sarajevo, Sunday Bloody Sunday, New Year's Day, Where The Streets Have No Name, etc. Hoje acordei feliz com o show. De alma lavada. Um grupo dando uma mensagem destas aos nossos jovens é excelente. Mas minha felicidade durou pouco. Em pleno almoço, no self-service que costumo freqüentar, tive a infelicidade de ouvir dois jovens conversando: - "Você viu o show do U2 ontem?" - "Nó véi, muito massa!" - "Aquele Bono é doido de mais no palco, véi! Você viu? Ele tava usando uma faixa na cabeça com uns símbolos bem doidos!" - "Vi! Depois ele saiu andando com a faixa nos olhos..." - "Só... Depois ele deixou um terço no microfone... Muito maluco..."
Foi aí que percebi, para minha maior desilusão, que esses dois infelizes não tinham entendido nada das mensagens que foram passadas no show. Foi quando minha ficha caiu que, infelizmente, hoje, a maioria dos nossos jovens e até alguns adultos, não tem exercitado o seu raciocínio há tempos e, desta forma, sequer possuem capacidade suficiente para entender as mensagens de Bono e o que aquela "faixa com uns símbolos bem doidos"queria dizer. Afinal, para uma geração que escuta "Poderosa, rainha do Funk", "To ficando atoladinha", "Eguinha Pocotó" e outras músicas do gênero, com letras riquíssimas que exigem um raciocínio acima do comum, não poderiam mesmo entender uma mensagem como a que Bono quis passar. Talvez por falta de raciocínio, talvez até mesmo pela falta de cultura atual de nossa população que não têm conhecimento suficiente para entender os símbolos da faixa do Bono, que eu, na minha adolescência, e acredito que todos da minha geração conseguiriam entender... Notei que hoje a qualidade da cultura de nossos jovens, esses só permitem entender as letras de músicas básicas, que falem dos instintos, mas nada de mais apurado. Qualquer coisa que exija raciocínio então, nem pensar! É por isso que hoje as músicas que fazem sucesso são o que são em matéria de letra e ritmo. Bono, em seu show, usou uma faixa na testa com o texto "CoeXisT" (coexista em inglês), escrito de modo bem peculiar para dar o recado a Palestinos e Judeus: o "C" era a meia-lua presente na bandeira da Palestina enquanto o "X" era simbolizado pela Estrela de Davi, da bandeira de Israel e o "T", era a cruz de Jesus. Interessante que, no telão do show, ainda puderam escrever o texto em português, acrescentando o "A" ao final.
Era uma mensagem aos jovens do mundo para coexistirem sem guerras.
Bono inclusive andou "às cegas" pela pista que levava ao palco a fim chamar a atenção para a confiança cega que deve haver entre os povos irmãos. Entretanto essa mensagem, pelo menos à maioria dos jovens brasileiros, nem sequer entrou na cabeça, para poder sair por outro orifício qualquer. Foi, infelizmente, um desperdício, assim como várias outras mensagens que ele passou no show e que infelizmente devem ter caído por terra. Acho que nem se ele escrevesse em português claro, alguns ainda não entenderiam, uma vez que a maioria hoje não sabe nem escrever corretamente... E assim que, após assistirem a um show deste naipe, os jovens ainda continuarão brigando por nada, se matando por nada, se drogando por nada...
É triste ver que a nossa juventude, face ao que demonstra o seu raciocínio, sua forma de escrever, seu gosto musical e sua forma de conversar, tende a levar o Brasil para eras tenebrosas em que a inteligência e a lógica de raciocínio vão ser algo muito, muito raros.
Deste jeito o futuro de nosso país vai, cada vez mais, ficando "atoladinho"...

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

U2 - VERTIGO Tour 2006

Uno, Dos, Tres.... Catorce!!!

Era só o grito que a gente ouvia! Nós entramos no último segundo antes de começar o show... O coração vinha até a boca!!! Foi lindo... O palco numa explosão de luz, a gritaria das pessoas... E os nossos gritos juntos! Conseguimos! Estamos aqui!! VAMOS VER O U2!!! Dava até vontade de chorar de emoção... Não dá nem prá explicar!!

Foi tudo lindo. As luzes, a banda, Bono e sua comunicação com o público, o Morumbi virando um céu estrelado ao som de Sunday Bloody Sunday... Isso é de arrepiar!!! O símbolo CoeXisT no painel, as mensagens que foram passadas, as pessoas em agitação geral... TUDO PERFEITO! Inesquecível...

Além das imagens do show, duas coisas eu vou me lembrar: Quem busca sempre alcança. Pude ver isso com meus próprios olhos. Muuuita gente ficou prá fora nesse show, as notícias falam em umas 20mil pessoas prá fora. E nós estavamos lá. Fomos atrás de verdade, queríamos mesmo ver o show! E como era de verdade, Deus nos colocou uns anjinhos pelo caminho que nos ajudaram de todos os jeitos, até com seus próprios ingressos. Não irei me esquecer de vocês! Muito obrigada por tudo!!

Também não vou me esquecer de uma música em especial: "ONE". Van, eu te amo!!! Tá vendo?!? A GENTE CONSEGUIU!!!

E no dia seguinte, é só o que se vê nos jornais: "O segundo show do U2 no Morumbi foi disparado melhor do que o primeiro - maior participação do público, mais envolvimento, emoção, eletricidade, intensidade. As pessoas cantavam alto e a plenos pulmões todas as letras, às vezes berrando para além do Morumbi, em um dia de inexplicável entrega da platéia."

"Ontem, nós tocamos ao vivo para todo o Brasil. Hoje é a nossa festinha particular!"

EU FUI !!!

domingo, 19 de fevereiro de 2006

Mensagem numa garrafa

No começo deste ano, eu recebi uma das cartinhas mais lindas da minha vida!! Ela hoje está dentro de uma garrafa, lançada ao mar... Que todos os nossos desejos possam se tornar realidade!
Pathy, também te amo de montão!!!!

"Nina,
Mais um ano se passou em nossas vidas e muitas ainda virão, e em todos eles quero e espero ter sua companhia e te dar a minha.
Que nossos corações possam sempre se alegrar quando pensarmos uma na outra e lembrarmos de tudo que vivemos até aqui, mesmo quando não estamos ou estivemos tão próximas quanto gostaríamos.
Você é minha amiga do coração, minha irmãzinha que Deus me deu de presente nesta vida e quero sempre poder retribuir esse presente com meu amor!
Que nem sempre vai te dizer as coisas que você quer ouvir, mas que vai sempre ser sincera com você!!
Feliz 2006 e feliz todos os anos de nossas vidas!
Um beijo enorme da amiga que te ama de montão,
Pathy – Ubatuba/2005"

Quem morre?

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.
Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os "is" em detrimento de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio, quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante.
Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.
Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples fato de respirar.

- Pablo Neruda -

terça-feira, 14 de fevereiro de 2006

Oração dos Estressados

Em homenagem ao reinício das aulas na FCMS... Isso foi muito inspirador.

Senhor, dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar as coisas que não posso aceitar e sabedoria para esconder os corpos daquelas pessoas que eu tiver que matar por estarem me enchendo muito o saco.

Também, me ajude a ser cuidadoso com os calos em que piso hoje, pois eles podem estar diretamente conectados aos sacos que terei que puxar amanhã.

Ajude-me, sempre, a dar 100% de mim no meu Trabalho: 12% na segunda-feira, 23% na terça-feira, 40% na quarta-feira, 20% na quinta-feira e 5% na sexta-feira.

E, ajude-me sempre a lembrar, quando estiver tendo um dia realmente ruim e todos parecerem estar me enlouquecendo, que são necessários 42 músculos para socar alguém, 17 para sorrir e apenas 4 para estender meu dedo médio e mandá-lo tomar no c....

Que assim seja.
Amém.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006

Memórias de uma Gueixa


As Gueixas não são prostitutas como os ocidentas enxergam. Elas são mulheres pagas para entreterem por meio da cultura e das tradições, por sua companhia, inteligência e atributos artísticos como teatro, dança e canto.
"Memórias de uma Gueixa" é um filme que aborda a cultura japonesa, entra no misterioso mundo dessas sedutoras mulheres e mostra o andamento de suas tradições, desde o aprendizado de como parar um homem com apenas um olhar, até os desapontamentos e traições a que o poder feminino pode levar.

"Tudo na vida é uma dança..."

Pequena homenagem de final de férias

Pois é, minhas férias estão acabando... Balanço de tudo?

Essas foram minhas primeiras férias de verdade em.... muitos anos!! Acho que dos últimos 5 anos. Comecei meu blog! Viajei muuuito!! Visitei lugares lindos!!! E conheci pessoas maravilhosas, amigos que quero levar por toda a vida!

Pathy, você é uma das pessoas mais importantes da minha vida! Amiga prá todas as horas, prá todas as situações e lugares! Minha amiga do coração, minha irmã prá sempre!

Mau! Apesar de nos conhecermos a pouco tempo, eu já adoro você! Nossos passeios foram muito legais! Nossas conversas muito importantes prá mim! Você pode sempre contar comigo, viu chuchu?

Marquinhos! Péssimo apelido para alguém de 1,88m de altura! Engraçado nos conhecermos a tanto tempo e nos aproximarmos só agora. Você cresceu, ficou um cara muito legal, bonito e divertido também! Além de ter uma namorada que é um doce de pessoa... :)

Rapha!! Morremos de rir tantas vezes! Espero que agora você acredite em mim quando eu digo que o que tem que ser, será... Mais cedo ou mais tarde, não é? hihihi! Obrigada por todas as ajudas que você me deu, e cuide bem da joinha que está em suas mãos, hein?
Eric, agora você está tão longe... Mas espero que esteja sempre se lembrando da gente por aqui!E quando estiver por perto, que sempre participe das nossas bagunças! Iremos dançar muuuito!O seu caminho, se depender dos nossos pensamentos, vai ser de muito sucesso...

Enfim, nossa REPÚBLICA "insana" é o máximo! Tenho certeza que nossos jantares, filmes, teatrinhos e risadas não vão ser esquecidas! E a extensão dela na praia possa ser mais frequentada, porque nos divertimos muito lá também! ;)

Tantas outras pessoas que fizeram parte desses meses e que eu não esqueço: Marcos e Fredi... É isso aê, Bola de Fogo! Pata e demais integrantes da "mansão Neisser", baladas inesquecíveis! E o carnaval ainda nos aguarda... Ave Maria!

VALEU GALERA!

sábado, 4 de fevereiro de 2006

Descobertas

Hoje eu aprendi duas coisas.

Primeiro: Se o cara não vai ligar, não peça o telefone. Isso, exatamente, se deve aplicar a TODAS as coisas. Entenda como quiser.

Segundo: Ainda existem pessoas sensíveis no mundo... Isso foi lindo... e triste...

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2006

Gatos

Adoro os gatos... Sou como um!

Tenho 7 vidas e com certeza uma já se foi...!

MIAU!!!

Seu Apoio Juridico

Medicina em Foco - últimas postagens