sábado, 29 de março de 2008

Campanha BLOQUEIO NÃO

Isso é uma coisa que me tira do sério: o não cumprimento dos meus direitos. Meu namorado foi até a Operadora Claro de SP e eles simplesmente informaram que não desbloqueiam celulares. Segundo o funcionário isso é uma norma da empresa independente da nova lei. No desbloqueio de celular pré-pago é cobrada uma taxa de 200 reais e no pós-pago a taxa não é cobrada se for cliente a mais de 1 ano com comprovação pelas faturas. O funcionário da loja do Shopping Center 3 (Av. Paulista) orientou até mesmo a procurar um "marreteiro" para desbloqueio clandestino, pois esse seria o modo "mais fácil e barato". Acho isso um ABSURDO e por isso registro aqui a minha denuncia e indignação.
Hoje quem foi tentar o desbloqueio fui eu, na loja TIM do Shopping Miramar-Santos/SP. A TIM, como sempre correspondendo às minhas espectativas, disse que desbloqueia sim o aparelho, sem nenhuma objeção à isso e nem cobrança de taxas. Disseram apenas que precisaria levar a nota fiscal do aparelho (nada mais correto) e aguardar até 20 dias para o desbloqueio, devido à enorme quantidade de pedidos de desbloqueio que acabaram sobrecarregando o serviço. Mais uma vez, ponto para a TIM! Essa eu não largo tão cedo... Mas em breve as operadoras terão apenas 24hs para o desbloqueio! É bom você saber.
Algumas operadoras como Oi e CTBC apoiam a campanha "Bloqueio Não". Infelizmente os paulistanos ainda não podem ser clientes deles. Mas não deixe de divulgar a campanha e fazer a sua parte: denuncie e até boicote as operadoras que bloqueiam e se recusam a desbloquear os celulares! A Claro lidera o rank de denúncias do Procon como líder absoluto em desrespeito ao consumidor.
Conheça mais sobre a campanha "Bloqueio Não" clicando no link abaixo:

0 comentários:

Seu Apoio Juridico

Medicina em Foco - últimas postagens