domingo, 12 de março de 2006

Como é bom namorar...

Começamos a namorar hoje! Foi mágico, parecia que voltávamos no tempo, e, realmente, o relógio parou. Amor puro, igual nos tempos de nossos avós. Nada mais gostoso do que namorar...
Você pode até me chamar de antiga, mas o namoro no passado é que era amor de verdade. Atualmente parece que a palavra namoro perdeu um pouco de seu sentido. Antigamente, havia a paquera, depois o namoro. Aquelas que optavam por ficar com uma pessoa diferente em cada festa eram taxadas de galinhas.
Mas hoje as coisas mudaram, e a meu ver pioraram. Primeiro os adolescentes 'ficam'. E 'ficar' pode significar apenas uma ou duas vezes. Se há interesse vira um 'rolo', e esse rolo pode durar um tempo. Depois é que vem o tal do namoro.
O que mais me preocupa é que o tal do 'ficar' significa passar tempo com outra pessoa, mas sem assumir compromisso, mas beijos, carícias e até... Bom, sei lá. Cada um sabe o que quer.
E aí me pergunto, com quantos 'ficantes' pode uma moça 'ficar' sem ficar mal falada? Ou isso não existe mais?
Acredito que mesmo com os tempos tão modernos, para a mulher sempre haverá desvantagens no 'ficar'. O ficar mal falada pode até ser o mínimo, mas e quanto a engravidar?
Sabe, namorar é bom demais para esses modernismos, o romantismo, o clima de mistério deve ser preservado, assim como a conquista, o conhecer um ao outro. Aprendam com os mais vividos que estão retomando o namoro na terceira idade. Vivam este amor sem interesses, apenas o de gostar.

0 comentários:

Seu Apoio Juridico

Medicina em Foco - últimas postagens